Covid-19: Alagoas vai começar a vacinar indígenas e profissionais da saúde na terça-feira

0
17


Governador Renan Filho (MDB) embarcou para São Paulo e acompanha a distribuição das doses. Ele confirmou que a vacinação inicia às 8h. Coronavac começa ser distribuída nesta segunda-feira (18) em todo o país.
Divulgação/GESP
Alagoas inicia a vacinação em profissionais de saúde, população indígena e idosos com mais de 75 anos na terça-feira (19). A informação foi confirmada pelo governador Renan Filho (MDB) que está em São Paulo, onde participou de uma reunião com o ministro da Saúde Pazuello.
No início da manhã desta segunda (8), o secretário da Saúde Alexandre Aires informou que a vacinação teria início na quarta-feira (20) às 10h. Mas, logo após a reunião com o ministro, o governador anunciou que a vacinação começa na terça.
“Eu estarei presente no Aeroporto para receber as vacinas. Assim que chegarem, vamos acondicioná-las da maneira que manda o regulamento do Ministério da Saúde, em câmaras frias, e iniciar a distribuição para já amanhã, às 8 horas da manhã, iniciar o Plano Estadual de Vacinação. Vamos enviar, também, os imunizantes para os municípios que tenham o público prioritário a ser vacinado neste primeiro momento”, enfatizou Renan Filho.
Pouco mais de 70 mil doses da vacina Coronavac, imunizante contra a Covid-19 aprovado para uso emergencial pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) neste domingo (17), devem chegar ao Aeroporto Zumbi dos Palmares, em Maceió, por volta de 17h desta segunda-feira.
Anvisa autorizou por unanimidade o uso emergencial das vacinas Coronovac e de Oxford.
Secretário de Saúde explica como vai ser a vacinação em Alagoas
35 mil pessoas devem ser vacinadas
Em entrevista ao Bom Dia Alagoas desta segunda, o secretário da Saúde Alexandre Aires disse que 35 mil pessoas devem ser vacinadas.
“A segunda dose da vacina é dada com 14 dias, como não devemos receber mais doses nesse prazo, vamos guardar e vacinar 35 mil pessoas. Os cinco hospitais públicos serão os primeiros a receber as doses. Depois disso, os profissionais da Sesau vão levar para os hospitais privados e vacinar mais profissionais da saúde”, disse.
A expectativa é que nos próximos meses o Instituto Butantan produza 100 milhões de vacinas.
“Ao longo dos próximos meses, nós vamos sempre receber vacinas. A expectativa é que o Instituto Butantan produza 100 milhões de vacinas até abril, Além disso outras vacinas podem chegar também, como por exemplo a vacina de Oxford em parceria com o laboratório Astrazeneca, que aqui no Brasil é produzida pela Fiocruz [Fundação Oswaldo Cruz] e que também foi aprovada”, disse Renan Filho.
Segundo o governo de Alagoas, o estado tem estoque de 1 milhão e 250 mil unidades de seringas e agulhas para a vacinação contra Covid-19.
Veja os vídeos mais recentes do G1 AL
Veja mais notícias da região no G1 Alagoas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here