Juíza decreta prisão de suspeitos de estuprar adolescente

0
8

Eles são acusados de embriagar e estuprar uma adolescente com transtornos mentais no início de abril Foi decretada a prisão preventiva dos três acusados de embriagar e estuprar uma adolescente com transtornos psicológicos. O crime aconteceu no dia 4 de abril em Maceió.
A prisão foi decretada pela juíza da 14ª Vara Criminal de Maceió, Juliana Batistela, na quinta-feira (16).
Em depoimento à polícia, a adolescente disse que lembra apenas de ter ingerido bebida alcoólica na calçada, por volta das 20 horas e de ter acordado ainda tonta, molhada e suja de sangue na casa dos avós.
A jovem foi vista por duas testemunhas entrando na casa de Henrique e saindo carregada por Erick e Maurício. Câmeras de segurança no local registram os três acusados, comprovando a versão dada pelas testemunhas.
A juíza diz que decretou a prisão preventiva visando assegurar a ordem pública e a aplicação da lei penal, já que tiveram conhecimento do inquérito enquanto ainda estava em sigilo. Disse ainda que os investigados são violentos que livres podem prejudicar as investigações.
“Trata-se de crime bárbaro, cometido contra adolescente portadora de deficiência mental, e por três homens, fatos esses que increpam a maior a culpabilidade da conduta investigada. Nesse sentido, a prisão preventiva é imperativa, não havendo possibilidade de aplicação das medidas cautelares arroladas no artigo 319 do Código de Processo Penal, dada a gravidade do delito e a necessidade de assegurar a instrução criminal”, disse.
Veja mais notícias da região no G1 Alagoas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here