MPF recomenda que CAIXA adote medidas para evitar aglomeração em casas lotéricas de Alagoas

0
3


Entre as medidas sugeridas estão distanciamento nas filas, distribuição de senhas, horário agendado e até antecipação do horário de funcionamento. MPF-AL faz recomendações para evitar filas e aglomerações nas casas lotéricas em Alagoas
Marcio Chagas/G1
O Ministério Público Federal (MPF) em Alagoas expediu recomendação à CAIXA para que sejam adotadas medidas preventivas que evitem o contágio pelo novo coronavírus nas casas lotéricas. Nos últimos dias, foram registradas filas e aglomerações em todo estado.
Segundo observou o MPF-AL, as longas filas, tanto dentro quanto na parte externa das lotéricas, não têm respeitado a manutenção das distâncias mínimas recomendadas pelas autoridades sanitárias.
A reportagem do G1 tenta contato com a assessoria da CAIXA.
A Procuradora da República, Roberta Bonfim, que assina o documento, disse que o calendário para pagamento de benefícios sociais – como o Bolsa Família – e do auxílio emergencial recém-sancionado, tem causado as aglomerações.
“O não cumprimento das orientações colocam tanto as pessoas que precisam dos serviços financeiros como os funcionários das lotéricas em risco de contágio da Covid-19”, ressaltou.
Uma das medidas recomendadas pelo MPF, é que a CAIXA busque providências junto aos permissionários donos das lotéricas, para que sejam disponibilizados Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para os funcionários, pelo menos uma hora antes da abertura das portas, para que eles possam ordenar a fila e distribuir senhas, evitando aglomeração na parte externa do estabelecimento.
Com isso, seria possível fazer o atendimento dentro do limite de pessoas que caibam no espaço físico, evitando assim as aglomerações. O documento reforça que é preciso garantir uma distância mínima de 1,5 m entre os clientes na fila, com sinalização no piso informando a distância.
O MPF-AL reforça que os idosos têm atendimento preferencial e recomenda a abertura antecipada das lotéricas em pelo menos uma hora antes do horário, para atendimento exclusivo desse público.
Segundo o documento, a Caixa tem um prazo de cinco dias para informar sobre o cumprimento do que lhe foi recomendado.
Veja mais notícias da região no G1 Alagoas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here