Professores de escolas particulares de Alagoas terão férias coletivas a partir de maio

0
10

Medida definida em reunião no MPT é para que profissionais possam se adequar ao modelo de aulas online, adotado por causa da pandemia do novo coronavírus. MPT, sindicato dos professores e donos de escolas definem ações durante pandemia
Os professores das escolas particulares de Alagoas terão férias coletivas de 15 dias a partir do dia 4 de maio, podendo ser prorrogadas por igual período. A medida foi definida nesta segunda-feira (20), durante uma reunião entre o Ministério Público do Trabalho (MPT), professores e representantes das escolas e do setor técnico-administrativo.
O objetivo da medida é para que profissionais tenham tempo de se adequar ao modelo de aulas online, adotado por causa da pandemia do novo coronavírus. As aulas presenciais foram suspensas no dia 18 de março, e é preciso dar continuidade ao ano letivo.
“Essas férias são para as escolas poderem se organizar para as aulas online. As férias vão alcançar todas as escolas, mesmo as que já estão fazendo as aulas nesse modelo”, disse o procurador do MPT em Alagoas, Rafael Gazzaneo.
Os detalhes do acordo estarão em uma Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que vai ser firmada na próxima segunda (27). Além das férias, outras medidas foram definidas, como funcionamento das escolas com, no máximo, 30% dos funcionários para transmissão das aulas e funcionamento do setor administrativo, de acordo com as normas de segurança sanitária.
Com a prorrogação do novo decreto de emergência do Governo de Alagoas, atividades que promovam aglomeração de pessoas vão ficar suspensas até o dia 5 de maio, como uma forma de frear a propagação do vírus.
Veja mais notícias da região no G1 Alagoas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here